Canal:
EDUCAÇÃO

 

.
RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS DA REDE MUNICIPAL DE RP SERÁ OPCIONAL
.

   

Aulas nas escolas serão retomadas gradativamente, a partir de fevereiro; veja os detalhes sobre como será a estrutura para a volta
                                  




O retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino em Ribeirão Preto será opcional, segundo informou a prefeitura durante coletiva na manhã desta segunda-feira, 25. Participaram da divulgação de informações o secretário municipal da Educação, Felipe Elias Miguel, Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto e o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini. Além da coordenadora do programa de saúde da criança e adolescente, Márcia Mota, e Daniel Araújo, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica de Ribeirão.

Quanto ao retorno das aulas, ficou estipulado que o ensino fundamental terá início no dia 8 de fevereiro e o ensino infantil, no dia 1º de março.

Nas escolas particulares, o retorno já é permitido desde que as instituições sigam as orientações do Plano São Paulo.

Segundo a coordenadora do programa de saúde da criança e do adolescente, Márcia Mota, as secretarias da Educação e da Saúde sempre estiveram alinhadas, mais ainda na pandemia. Ela afirmou ainda que é importante a parceria da família com a escola, para que os protocolos adotados nas instituições de ensino também sejam respeitados em casa.

O secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, mostrou dados da baixa frequências da covid-19 em crianças e adolescentes. Internações de 0 a 18 anos equivalem a 0% do total, de 20 a 29 anos são de 2% e 30 a 39 chega aos 8%. Sendo assim, os outros 90% são em pessoas acima de 40 anos e idosos.

A coordenadora aproveitou para dizer que, mesmo estando em casa, as crianças seguem tendo contato com outras crianças, juntas nos condomínios e prédios ou em vizinhanças, onde estão expostas ao mesmo risco que poderia ocorrer na escola.

Organização das escolas
Estando em fase vermelha ou laranja, a ocupação nas escolas será de 35%. Na fase amarela, 50% e, a partir da verde, 100% de ocupação.

Atualmente, com Ribeirão Preto na fase laranja do Plano SP, as salas serão distribuídas em três grupos. Um terço dos alunos frequentando as aulas na segunda-feira, outro um terço na terça-feira e o próximo na quarta-feira. Retornando na quinta-feira o primeiro grupo e assim sucessivamente.

Os alunos com vulnerabilidade social ou pedagógica serão autorizados a ter aulas todos os dias na escola, mas sem frequentar os mesmos ambientes dos grupos já separados, evitando os riscos.

Os alunos serão organizados em ordem alfabética, com exceção dos alunos de mesmo convívio social, exemplo de irmãos, que participaram do mesmo grupo. Haverá a utilização de crachás coloridos, de maneira que os grupos sejam organizados de forma prática.

Transporte
Quanto ao transporte, eles serão limitados a 50% da capacidade, e serão disponibilizados a todos os alunos que necessitam desse meio para irem até as escolas, informou a prefeitura.

O secretário da educação também garantiu substituições de máscaras, principalmente aos alunos do período integral, além de ambientes mais climatizados com o incentivo de aulas ao ar livre, monitoramentos evitando qualquer tipo de intercorrência e disponibilização de todos os materiais necessários aos profissionais da educação (máscaras, álcool 70%, álcool em gel, sabonete líquido, face shield, termómetros, entre outros).

Recursos digitais
Para os pais que optarem em não mandar seus filhos para a escola, serão disponibilizados recursos digitais para que os conteúdos sejam passados de maneira remota.

Houve aquisição de internet e computadores aos alunos que não possuem essas ferramentas em casa, também novos computadores para as próprias escolas. Foi feito reparo nas redes de internet das escolas municipais para facilitar aos professores o contato com os alunos que estão participando das aulas de casa.

Quadros de giz serão trocados para lousa branca, permitindo que seja utilizada com ajuda de projetores durante as aulas presenciais.

Sendo a televisão o veículo mais democrático, o projeto Escola na TV, em parceria com a Câmara Municipal, iniciado em agosto de 2020, será mantido e remodelado com atividades mais planejadas, separadas pelas etapas de ensino de cada aluno. Programação diária no canal 6.3 da TV Câmara, com transmissão também no Youtube e no Facebook.

Durante a coletiva, foi garantido à população que houve uma remodelagem na maneira em como as escolas receberão os alunos e ao mesmo tempo as possibilidades de acompanhar essas aulas remotamente, sem sofrer penalidade. 

Ainda segundo o prefeito, houve investimentos de R$ 40 milhões feitos em novas escolas, possibilitando a criação de 6.400 vagas, sendo 5.200 infantis e 1.200 no ensino fundamental.

 


                            

25/01/2021 - Revide
Foto: Divulgação

[ imprimir ]             [ fechar ]