Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


CORONAVIRUS: PREFEITURA DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR 180 DIAS EM RIBEIRÃO PRETO, VEJA AS MEDIDAS

 

  
Determinação prevê suspensão de atividades em academias, bares noturnos e eventos públicos e privados. Supermercados e farmácias são exceções.
            
                        

  

   

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) decretou situação de emergência por 180 dias em Ribeirão Preto (SP), determinando suspensões no funcionamento de estabelecimentos na cidade.

As medidas valem a partir de sábado (21) e visam conter o avanço do novo coronavírus, causador da doença Covid-19, no município. A cidade ainda não tinha casos confirmados até o final da manhã desta quinta-feira (19).

Entre as medidas previstas estão a suspensão de todos os eventos públicos e privados de qualquer natureza entre 21 de março e 5 de abril, bem como a visitação a hospitais.

A medida também prevê o fechamento de cinemas, clubes, academias, clínicas de estética, boates, casas noturnas, bares, museus, centros culturais, atividades de saúde bucal e odontológica. Também está suspensa a concessão de licença-prêmio para servidores da Saúde.

O decreto, no entanto, prevê como exceções estabelecimentos médicos, farmacêuticos, psicológicos, laboratórios de análises clínicas, clínicas de fisioterapia e de vacinação, além de distribuidoras de gás, postos de combustíveis, serviços de entre a a domicílio e supermercados.

Os locais que permanecerão em funcionamento, como restaurantes e comércio em geral, deverão receber, no máximo, o equivalente a 50% da capacidade de lotação e manter distância mínima de 1 metro entre os clientes.

Atividades suspensas
·  todos os eventos públicos e privados de qualquer natureza;
·  visitação a hospitais em pacientes internados e presença de acompanhantes em pronto atendimento, exceto nos casos previstos em lei;
·  feiras, exceto feiras livres;
·  cinemas, clubes, academias, clínicas de estética e outros tratamentos de beleza;
·  boates, casas noturnas, pubs, bares noturnos;
·  museus, teatros, casas de espetáculos, centros culturais, bibliotecas;
·  atividades de saúde bucal odontológica, exceto as de urgência e emergência;
·  licença-prêmio dos servidores da secretaria municipal de saúde.

Exceções
·  estabelecimentos médicos, farmacêuticos e psicológicos;
·  laboratórios de análises clínicas;
·  clínicas de fisioterapia, clínicas de vacinação;
·  distribuidoras de gás;
·  postos de combustíveis;
·  serviços de entrega a domicilio;
·  hipermercados, supermercados e congêneres.
    

    

  

  

19/03/2020 - PMRP
Foto: Divulgação

[ imprimir ]             [ fechar ]