Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


CASOS NOTIFICADOS DE CORONAVÍRUS EM RIBEIRÃO SOBEM PARA 1013 NESTA QUARTA (15)
     . REGIS

    
Há um acréscimo de 42 casos descartados, passando ao total de 427 negativos. Sem novo óbito registrado por covid-19, a cidade possui 2,7% de taxa de letalidade, quase um terço da taxa estadual.
      

  

Em live pelo Facebook na tarde desta quarta-feira, 15 de abril, o prefeito Duarte Nogueira informou que os casos suspeitos de coronavírus aumentaram de 974 para 1013 de ontem para hoje. Um crescimento de cerca de 4%. Felizmente, a cidade não registrou nenhum novo óbito.

Os números de casos que resultaram positivos, também tiveram uma leve alta: de 184 para 189, de ontem (14) para hoje (15).

Histórico das mortes
A cidade já soma cinco óbitos devido à infecção pelo novo coronavírus. A primeira morte no mu­nicípio ocorreu em 26 de mar­ço. O paciente era um homem de 36 anos, atendido no Hos­pital das Clínicas, que já tinha comorbidades, como imuno­deficiência e doença renal crô­nica. O paciente era tratado de mieloma múltiplo, neoplasia óssea e insuficiência renal.

No dia 3, Ribeirão Preto registrou o falecimento pela doença de um engenheiro agrônomo de 76 anos atendi­do em hospital privado – neste caso, não havia nenhuma comorbidade notificada.

O terceiro óbito ocorreu em 4 de abril, num hospital público. A paciente era uma mulher de 89 anos com doença neurológica crônica.

No dia 5, Ribeirão Preto registrou a quarta morte por covid-19 de um homem de 57 anos com diabetes e doença cardiovascular crônica, atendido em um hospital público.

A quinta e última vítima (ontem, 14) foi um homem de 87 anos portador de doenças cardiovascular e também neurológica crônicas.

Número de casos confirmados e suspeitos
A taxa de letalidade em Ribeirão Preto, considerando o número de óbitos em relação ao total de infecções, é de 2,7%, bem abaixo dos índices nacional (6,1%) e estadual (7,4%).

Ainda de acordo com o Boletim divulgado hoje, existem 137 casos de internação por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), em Ribeirão Preto. Em todo o mês de abril do ano passado foram 31 internações por SRAG.

No mês de março deste ano, foram 145 internações por SRAG, ou seja, em abril, a tendência é desse número dobrar.


15/04/2020 - Tribuna Ribeirão
Foto: 
Divulgação