Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


HOSPITAIS DE DIFERENTES ESTADOS DEVEM ADERIR ESTUDO DE REMÉDIO CITADO PELO MINISTRO MARCOS PONTES PARA COVID-19
     . REGIS

    
Pesquisa, independente da que é feita por ministério, testa eficácia da nitazoxanida
      

  


Uma pesquisa para saber a eficácia da nitazoxanida no tratamento de pacientes com Covid-19 pode ter a adesão de seis novos hospitais de fora do estado de São Paulo.

INÍCIO
O estudo teve o aporte de R$ 2 milhões da FQM Farmoquímica, fabricante do vermífugo Annita (que tem a nitazoxanida como princípio ativo), e é independente dos testes com o mesmo medicamento anunciados pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

CALENDÁRIO
“A gente espera que em um espaço de poucos meses já tenhamos todos os resultados”, diz o médico Ricardo Sobhie Diaz, professor da Escola Paulista de Medicina e um dos coordenadores do trabalho. A pesquisa foi aprovada pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep).

VOLUNTÁRIOS
O estudo teve início nesta semana com a adesão inicial de outros seis hospitais de SP, e selecionará 50 pacientes em estágio intermediário da doença (deficiência respiratória leve).

MÉTODO
Metade deles será tratada com placebo. A outra parte receberá a nitazoxanida em dose maior do que a vendida nas farmácias.

MEDICAÇÃO
Os objetivos da pesquisa são avaliar se o medicamento é seguro para pacientes que apresentam sintomas intermediários de Covid-19 e se ele produz a redução da carga viral ao mesmo tempo em que traz melhora clínica.

 


25/04/2020 - acidadeON
Foto: Divulgação