Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


CONFIRA AS DATAS PARA REABERTURA DO COMÉRCIO EM RIBEIRÃO PRETO
     . REGIS

    
Comércio de rua poderá retornar a partir do dia 11 de maio, em caráter facultativo. Veja todas as datas de retorno de cada atividade e a redação completa do decreto.
      

  

A Prefeitura de Ribeirão Preto divulgou nesta segunda-feira, 27, as novas regras para a prorrogação do decreto de calamidade pública até o dia 10 de maio. Também foram adiantadas datas de quando cada segmento poderá retornar às atividades. 

Segundo o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), desta vez, a decisão não foi unânime entre os membros do Comitê Técnico Comitê Técnico de Contingenciamento Covid-19 e do Grupo de Transição e Retomada Pós Covid-19 (GTR Pós Covid-19) . Porém, a votação a favor da prorrogação do período de isolamento foi majoritaria.

O GTR Pós Covid-19 é formado por um representante de cada entidade a seguir: gabinete do prefeito, Comitê Técnico de Contingenciamento Covid-19, universidades, indústrias, comércio, setor de serviços, agronegócio, setor financeiro e do serviço social.

O decreto com as regras completas sobre o retorno das atividades em Ribeirão Preto será publicado até o final da tarde desta segunda-feira. Confira as primeiras informações divulgadas durante a coletiva:

Podem funcionar a partir desta terça-feira, 28
Clínicas médicas, laboratórios de análises clínicas, clínicas de fisioterapia, de psicologia, de vacinação, clinicas veterinárias, farmácias e óticas; empresas de segurança privada; supermercados, feiras livres, serviços de entrega em bares, restaurantes, lojas de conveniência, sem permissão para consumo nesses locais; postos de combustíveis, armazéns e lava rápidos; bancos, com controle de acesso; indústrias em geral, sem comércio presencial; serviços autorizados de manutenção, conserto da construção civil, oficinas de costura, lojas de aviamento, vendas de tecidos, servidos de entrega de transporte de mercadoria; clínicas de estética, barbeiros, cabeleireiros e similares.

A partir do dia 11 de maio
Reabertura em caráter facultativo do comércio e serviços com área de venda igual ou inferior a 800 m², com exceção dos shoppings, preferencialmente, que optem por ventilação natural. Respeitando as medidas de distanciamento entre pessoas, fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) aos funcionários e com horário de funcionamento apenas de segunda à sexta-feira.

A partir de 25 de maio
Reabertura dos shoppings. Respeitando as medidas de distanciamento entre pessoas, fornecimento de EPI aos funcionários e com horário de funcionamento apenas de segunda à sexta-feira.

A partir de 31 de maio
Reabertura das escolas da rede municipal de ensino. Há a recomendação para que o setor privado retorne no mesmo dia. 

A partir de 8 de junho
Reabertura de bares, igrejas e templos religiosos, cinemas, teatros e locais de entretenimento.

 

VER REDAÇÃO COMPLETA DO DECRETO

 


27/04/2020 - Revide
Foto: Equipe MDA