Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


ASILOS DE RIBEIRÃO REGISTRARAM 7 ÓBITOS POR COVID-19 DESDE INÍCIO DA PANDEMIA
  . REGIS1

    
Segundo a Secretaria da Saúde, surto de Covid-19 foi controlado nas instituições com testagem e isolamento
     
                               

  


Desde o início da pandemia do novo coronavírus, asilos de Ribeirão Preto registraram sete óbitos de moradores idosos por conta da Covid-19, segundo informou a Secretaria Municipal da Saúde, nesta quarta-feira, 17. Por meio de nota, a secretaria informou que conseguiu detectar e conter surtos do novo coronavírus em instituições filantrópicas que cuidam de idosos em Ribeirão Preto.

A pasta promoveu a testagem de todos os funcionários e residentes de cinco asilos da cidade, oferecendo tratamento a todos casos positivos, além de orientações e monitoramento para evitar novas contaminações.

Na Cantinho do Céu, que tem quatro funcionários com Covid-19, a equipe da Secretaria da Saúde promoveu uma ampla ação de testagem nesta quarta-feira, 17 de junho, para avaliar os 47 residentes e 51 funcionários da instituição. Todos os resultados deram negativo.

No Lar dos Velhos, que registrou cinco casos de Covid-19 (dois idosos e três funcionários) e um óbito, a testagem realizada pela Secretaria da Saúde detectou apenas um caso positivo.

Já no Lar Padre Euclides, o resultado dos testes da Secretaria da Saúde apontaram 19 casos positivos, sendo 16 idosos e três funcionários. A instituição também registrou três óbitos pela doença.

Na Casa do Idoso, onde foram registrados nove casos de Covid-19 (seis idosos e três funcionários), a Secretaria da Saúde registrou um único caso positivo durante a ação de testagem. A instituição também tem o dado de um óbito.

A quinta instituição testada pela equipe da Secretaria de Saúde é a Ombro Amigo, que tem 12 idosos e um funcionário com Covid-19, com dois óbitos pela doença. “Conseguimos detectar os surtos e fazer as ações necessárias. Em todos os locais tivemos atuação rápida e oportuna. Seguimos monitorando todos os casos e acompanhando as instituições”, esclareceu o secretário de Saúde, Sandro Scarpelini.


 

17/06/2020 - Revide
Foto:  Divulgação