Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


MULTAS DE TRÂNSITO SERÃO ENVIADAS APÓS A PANDEMIA
  . REGIS1

    
Medida afeta a Transerp de Ribeirão Preto; Determinação do Contran também aumentou o prazo de alguns recursos;
     
                               

  



Desde março deste ano, a Transerp, que é responsável pelo trânsito e transporte de Ribeirão Preto, tem adiado o envio das multas aplicadas nas ruas da cidade e ampliado os prazos de recursos para determinadas infrações. A fiscalização, no entanto, continua a todo vapor.  

A informação foi confirmada ao ACidade ON, nesta terça-feira (30), pelo setor de comunicação da Prefeitura. Mas, atenção: as autuações deverão ser recebidas pelos motoristas normalmente, após a pandemia do novo coronavírus.    

"Muito embora ainda estejam sendo lavradas as punições, em atendimento às deliberações do Conselho Nacional de Trânsito, Ribeirão Preto não está expedido as respectivas penalidades enquanto perdurar a referida norma federal", explicou, em nota.  

Essa medida, elaborada pelo Contran e publicada em 27 de março de 2020 no Diário Oficial da União, também ampliou os prazos para finalização do processo de habilitação, além dos pedidos de defesa, recursos processuais e cassação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).  

O objetivo da regra extraordinária é auxiliar a população no enfrentamento do coronavírus e não causar prejuízos aos condutores, visto que muitos órgãos de trânsito estão fechados.

Em Ribeirão Preto, as adaptações durante a quarentena foram além: a Transerp migrou as atividades presenciais de conscientização e educação do tráfego para o modo on-line, com vídeos ao vivo e postagens de conteúdos preventivos.  

A empresa informou, ainda, que os guardas civis estão seguindo as medidas de segurança e todo o protocolo municipal de distanciamento social. "Há a utilização de máscaras de proteção, uso constante de álcool em gel e respeito a distancia de no mínimo dois metros de qualquer indivíduo", finalizou o comunicado.  

Acima da velocidade  
Questionada sobre as multas mais frequentes desde março deste ano, quando o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) decretou estado de calamidade em Ribeirão Preto, a Transerp não repassou números oficiais à reportagem.  

Contudo, disse que, historicamente, a infração com maior registro no município é a de transitar em velocidade superior a máxima permitida em até 20%, seja em 2019 ou em anos anteriores.  

Os atendimentos presenciais no prédio da empresa (rua General Câmara, 2.910) são feito apenas em caráter emergencial, mas as solicitações e requerimentos gerais podem ser feitos online, pelo email protocolo@transerp.pmrp.com.br. Dúvidas pelo telefone (16) 3934-9500.


 

 
30/06/2020 - ACidadeON
Foto: 
divulgação