Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO É LÍDER EM OCUPAÇÃO DE LEITOS NO ESTADO
  . REGIS1

    
Na comparação com a atualização anterior do Plano São Paulo, houve uma piora - a ocupação subiu de 88% para 91,4% - Este foi o maior motivador para a região permanecer na Fase 1 (Vermelha) do Plano São Paulo
     
                               

  
 


A região de Ribeirão Preto segue como líder em percentual de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todo o Estado de São Paulo. A média dos últimos 14 dias ficou em 91,4%.

Os números de todas as regiões foram atualizados pelo Plano São Paulo em coletiva nesta sexta-feira (24), no Palácio dos Bandeirantes, pelo governado João Dória (PSDB). O quesito ocupação de leitos foi o principal responsável por manter Ribeirão Preto e região na fase vermelha, a mais rígida da quarentena.

Esses números se tornam ainda mais preocupantes porque ocorreu aumento na média de ocupação de leitos de UTI quando comparamos a atualização do Plano São Paulo do dia 10 de julho. Há 14 dias, a ocupação estava em 88%.

A segunda colocada no quesito ocupação de leitos de UTI é a região de Piracicaba, com 84,8%, e a terceira é a região de Franca, com 82,5%. As três regiões estão na fase vermelha do Plano São Paulo

Leitos disponíveis
A região de Ribeirão Preto é a oitava com mais leitos de UTI para tratar pacientes com covid-19 por habitante. São 18,3 leitos para cada 100 mil habitantes. São Paulo atualmente está dividido em 17 regiões. Já Franca é a pior região do Estado neste quesito, com 8,2 para cada 100 mil habitantes.

Cidades com mais leitos por habitantes:
- Grande São Paulo Sudeste: 31 leitos a cada 100 mil habitantes
- São Paulo: 30,1 leitos a cada 100 mil habitantes
- Grande SP Norte: 19,9 leitos a cada 100 mil habitantes
- Grande SP Oeste: 18,7 leitos a cada 100 mil habitantes
- Baixada Santista: 24,9 leitos a cada 100 mil habitantes
- Campinas: 20,1 leitos a cada 100 mil habitantes
- Rio Preto: 18,5 leitos a cada 100 mil habitantes
- Ribeirão Preto: 18,3 leitos a cada 100 mil habitantes

Cidades com a maior taxa de ocupação:
- Ribeirão Preto: 91,4%
- Piracicaba: 84,4%
- Franca: 82,5%
- Rio Preto: 79%
- Campinas: 78,3%
- Sorocaba: 71,6% 

Veja todos os números no quadro a seguir:


fonte: PLANO SP - Governo do Estado de São Paulo


   

24/07/2020 - ACidadeON
Foto: 
Divulgação