Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


TAXA DE CONTÁGIO DO CORONAVÍRUS EM RIB. PRETO É 1,09; O IDEAL É 0,5
  . REGIS1

    
Isso significa que 100 pacientes contaminados com o novo coronavírus transmitem a doença para outras 109 pessoas
     
                               

  


Ribeirão Preto tem uma taxa de contágio do novo coronavírus de 1,09. Segundo os especialistas, para promover a reabertura do comércio, serviços e parques, o ideal é uma taxa abaixo 1.

No Brasil, segundo dados do último levantamento da Universidade Imperial College de Londres, a taxa de contágio nesta semana está em 0,98. É a primeira vez que o País tem uma taxa abaixo de 1 desde o início da pandemia.

No entanto, vale ressaltar que no pico das internações em Ribeirão Preto, há cerca de um mês, esse índice de contágio chegou a 1,3.

O que é?
O número de pessoas contaminadas por um paciente com a covid-19 é o chamado índice de contágio ou Rt.

Quando Ribeirão Preto tinha o índice em 1,3, significava que a cada 100 sem pessoas doentes, outras 130 seriam infectadas, promovendo uma escalada da doença.

Hoje, com o índice de 1,09, significa que 100 pessoas doentes vão infectar outras 109 em Ribeirão Preto.

Quando a taxa de contágio baixa de 1, os especialistas consideram que o avanço da doença está controlado, o que possibilita maior segurança na retomada das atividades.

Análise
Para Rodrigo Stabeli, pesquisador titular da Fiocruz, seria mais seguro retomar as atividades com a taxa de contagio em 0,5.

No entanto, ele ressalta que, em outros países, como a Espanha, esse número chegou a 2,9, totalmente fora de controle, o que não ocorreu aqui.

"Mas eu ainda considero 1,09 uma alta taxa de incidência. Para Ribeirão Preto, pelo comportamento da cidade, é importante chegar próximo de 0,5", explicou Stabeli.

Para o especialista, só com a taxa abaixo de 1 é possível promover o isolamento social de todas as pessoas que estiveram em contato com vírus. 

Saúde Municipal
A reportagem questionou a Secretaria Municipal da Saúde, que informou que acompanha a taxa de contágio pela média do número de casos por dia a cada 100 mil habitantes.

Segundo a Saúde, os dados apontam queda consistente na média móvel de casos notificados e confirmados ao longo de quatro semanas.

No entanto, a pasta reconhece que a taxa de transmissão em Ribeirão Preto continua alta. "O número de casos confirmados por dia está em torno de 175. O que aponta para uma incidência acima de 25 casos/dia por 100 mil habitantes", informou.

"Buscamos nesse momento, atingir uma taxa de transmissão moderada, com um coeficiente de incidência de 10 casos por dia a cada grupo de 100 mil habitantes. Isso significaria menos de 70 casos novos casos por dia", finalizou a prefeitura.
 


 

20/08/2020 - ACidadeON
Foto: 
divulgação