Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 

     
AINDA NA FASE AMARELA, RIBEIRÃO FLEXIBILIZA FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO E SERVIÇOS  
  . REGIS

    
Antecipando possível evolução para Fase Verde, Prefeitura autoriza horário especial do comércio para o fim de ano  

                                

  


A Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto publicou um decreto, nesta segunda-feira, 16, que flexibiliza as regras de funcionamento do comércio e serviço nas cidades. Sem restrição de horário, as regras se assemelham às autorizadas na Fase Verde do Plano São Paulo, apesar de Ribeirão Preto ainda estar na Fase Amarela.

Segundo a Secretaria de Saúde, Ribeirão Preto está com índices de classificação da fase verde do Plano SP em todos os quesitos, inclusive com situação mais confortável que a verificadas em diversas outras regiões do Estado. Mesmo assim a Prefeitura Municipal informou que manterá os cuidados necessários para conter as aglomerações, tendo em vista a manutenção destes índices e a busca constante da redução de casos positivos da doença.

A flexibilização ocorre, segundo o governo municipal, em decorrência da proximidade das festividades de final do ano. O objetivo da prefeitura é diluir o fluxo consumidores com maior período de atendimento, de forma a se evitar aglomerações e contágio.

Todos os serviços e estabelecimentos comerciais, a partir desta segunda-feira, voltarão a funcionar em seus horários normais de acordo com o estabelecido em seus alvarás de funcionamento. Também já está sendo publicado o horário especial de final de ano que valerá a partir de 1º de dezembro.

Também será permitido a ocupação de 60% da capacidade dos espaços dos estabelecimentos. Reiteramos que todas as atividades que provoquem aglomeração continuam proibidas, assim como reafirmamos a necessidade das medidas de prevenção, como o uso constante de máscaras e a higienização das mãos.

Confira as principais mudanças:
As regras são válidas para o comércio em geral, shoppings, galerias, bares, restaurantes, salões de beleza, academias, cinemas, teatros, casas de shows, bibliotecas, entre outros.

  » Fica suspensa a limitação de horário;
  » Porém, o consumo local em bares, restaurantes e similares fica limitado até às 23h;
  » A lotação máxima sobe para 60% da permitida em alvará;
  » Fica autorizado o “Horário de Funcionamento Especial de Final de Ano” 
  » Todas as medidas sanitárias, de higienização, de distanciamento social, bem como o uso obrigatório de máscara, seguem obrigatórias

 



  

16/11/2020 - Revide
Foto: 
Divulgação