Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


CORONAVAC TEM 78% DE EFICÁCIA NOS CASOS LEVES E 100% NOS CASOS GRAVES, ASSEGURA BUTANTAN
     . REGIS

    
Resultados dos estudos são apresentados à Anvisa nesta quinta-feira, 7. Vacina teve testes em Ribeirão Preto

                                

  



CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, apresentou eficácia de 100% em casos graves da Covid-19 e 78% em casos moderados e leves. 

Os dados referentes aos testes da vacina são apresentados nesta quinta-feira, 7, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Vacinas com no mínimo 50% de eficácia já podem ser aprovadas pelo órgão.

Ainda durante a reunião, o Butantan enviou o pedido de uso emergencial da vacina à Anvisa. De acordo com a agência, o prazo para a análise do pedido de uso emergencial é de dez dias. Já a validação do registro definitivo é feita em até 60 dias.

Os testes tiveram início em julho de 2020. Desde então, 13 mil profissionais de saúde em oito estados receberam o imunizante. Os estudos foram revisados pelo Comitê Internacional Independente, na Áustria.

O governo do Estado de São Paulo aguarda o aval da Anvisa para por em prática o programa estadual de vacinação, com data de início prevista para o dia 25 de janeiro.

Em Ribeirão Preto, o plano de vacinação será divulgado nesta sexta-feira, 8, em coletiva no Palácio do Rio Branco, sede da Prefeitura.

Plano Estadual
Na quarta-feira, 6, o governador João Doria (PSDB) deu novos detalhes sobre o plano de vacinação estadual. Segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, a vacinação ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e de 7h às 17h aos sábados, domingos e feriados. Na primeira fase, cerca de 9 milhões de pessoas devem ser vacinadas.

Cronograma de vacinação segundo previsão do governo do Estado de São Paulo:

Trabalhadores da saúde, indígenas e quilombolas
Primeira dose: 25 de janeiro
Segunda dose: 15 de fevereiro

Pessoas com 75 anos ou mais
Primeira dose: 8 de fevereiro
Segunda dose: 1º de março

De 70 a 74 anos
Primeira dose: 15 de fevereiro
Segunda dose: 8 de março

De 65 a 69 anos
Primeira dose: 22 de fevereiro
Segunda dose: 15 de março

De 60 a 64 anos
Primeira dose: 1º de março 
Segunda dose: 22 de março

Logística e recursos humanos
- 18 milhões de doses de vacina
- 27 milhões de seringas e agulhas
- 5,2 mil câmaras de refrigeração
- 25 postos de armazenamento e distribuição
- 30 caminhões refrigerados
- 54 mil profissionais de saúde


  

07/01/2021 - Revide
Foto: 
Divulgação