Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


ESTOQUES DE SANGUE DO HEMOCENTRO RIBEIRÃO ESTÃO ABAIXO DO NÍVEL DE SEGURANÇA
     . REGIS

    
O estoque registra, nesta terça-feira, 12, cinco bolsas de sangue do tipo A-, quando o mínimo necessário é de 38

                                

  

 

O Hemocentro de Ribeirão Preto está com todos os estoque de sangue abaixo do nível de segurança para atender à demanda da região. O estoque registrava às 11h20, desta terça-feira, 12, cinco bolsas de sangue do tipo A-, quando o mínimo necessário para atender à demanda é de 38 bolsas.

O sangue tipo O- (doador universal) tem apenas 17 bolsas e para manter o atendimento com segurança é preciso ter ao menos 72 bolsas no estoque.

Na segunda-feira, 11, o Hemonúcleo de Franca enviou oito bolsas de sangue para atender à demanda de hospitais em Ribeirão Preto. “Nós estamos recebendo doadores insuficientes, por isso, às vezes pedimos bolsas aos hemonúcleos”, explica a captadora Leiva Vieira.

Transplante - Para realizar um transplante de fígado, por exemplo, a equipe médica precisa ter volume de bolsas disponíveis para uso imediato. Há casos em que cerca de 30 bolsas são utilizadas.

Doação - A doação de sangue pode ser feita no Posto de Coleta, da rua Quintino Bocaiúva, 470, perto da Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas, ou no Hemocentro, Campus-USP.

O Posto de Coleta funciona de segunda a sábado, das 7h às 12h30. No campus, o Hemocentro abre de segunda a sexta, das 7h às 13h, e nos sábados, domingos e feriados das 7 às 12h30.

O doador pode agendar pelo telefone 0800.979.6049 ou pelo site.  A rede Hemocentro, com nove unidades e núcleos, atende a cerca de 150 hospitais em quase 250 cidades. Nessa região, moram mais de seis milhões de habitantes.

 


  

13/01/2021 - Revide
Foto:  Divulgação