Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


MP INVESTIGA FESTA EM CHÁCARA DA ASSOCIAÇÃO DE GUARDAS CIVIS DE RIBEIRÃO
     . REGIS

    
Evento aconteceu no último sábado (6), em Ribeirão Preto; promotor disse que vai solicitar a identificação dos envolvidos

                                

  


O promotor Paulo José Freire Teotônio, do MP-SP (Ministério Público de São Paulo), informou que vai investigar uma festa realizada na chácara da Associação dos Guardas Municipais de Ribeirão Preto, que aconteceu no último final de semana. 

De acordo com Paulo José, a promotoria vai abrir um inquérito para apurar o caso e ele irá solicitar a identificação dos envolvidos. "Fato lamentável, irresponsável, não podemos suportar e generalizar, mas buscarei a punição rápida e eficiente daqueles que não respeitam a vida, a saúde, a tranquilidade das pessoas e o bom nome das instituições públicas", disse.  

O evento aconteceu justamente no endurecimento da quarentena imposta pelo Plano São Paulo. Desde o último final de semana, todo o Estado está na fase vermelha, além do toque de restrições, que passou a vigorar no período entre 20h e 5h.  

A festa aconteceu no último sábado (6) e foi encerrada após intervenção da síndica do condomínio onde a chácara está instalada, no Parque Residencial Cândido Portinari, na zona Leste de Ribeirão Preto.  

Após a responsável pela administração ir até o local, um homem se apresentou como responsável pelo evento na chácara.  

» Outro lado
A Associação dos Guardas Civis Municipais de Ribeirão Preto disse que a chácara foi reservada há um mês por um dos associados, que vai apurar o ocorrido e suspender os agendamentos com a fase vermelha do Plano São Paulo. A entidade afirma que o evento não foi organizado pela associação.  

Já o Comando da Guarda Civil Metropolitana em Ribeirão (GCM) informou que não responde por associações ou outras entidades ligadas aos servidores.
   


  

08/03/2021 - ACidadeON
Foto: 
ACidadeON/Reprodução/Redes Sociais