Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


JUSTIÇA PROÍBE AGLOMERAÇÃO NOS ÔNIBUS INTERMUNICIPAIS
     . REGIS

    
Liminar da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto veta passageiros em pé e obriga oferta de mais linhas nas fases mais restritivas do Plano São Paulo

                                

  


A Justiça de Ribeirão Preto deferiu pedido de liminar do Consórcio de Municípios da Mogiana (CMM) e proibiu o transporte de passageiros em pé nos ônibus intermunicipais para tentar barrar o contágio do novo coronavírus.   

O juiz Gustavo Müller Lorenzato, da 1ª Vara da Fazenda Pública, também mandou que sejam ofertadas mais linhas nos horários de picos, enquanto os municípios do consórcio estiverem nas fases emergencial e vermelha do Plano São Paulo.

Em caso de descumprimento, a multa à Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) foi fixada em R$ 100 mil por dia.  

Segundo a CMM alegou à Justiça, que a Artesp tem permitido o transporte de até dez passageiros em pé nas linhas intermunicipais, mas a situação tem gerado aglomerações no ônibus. 

CONFIRA AS LINHAS INCLUÍDAS NA DECISÃO:  

 - Rincão - Santa Lúcia
 - Jardinópolis - Ribeirão Preto 
 - Santa Rosa de Viterbo - São Simão - Cravinhos - Ribeirão Preto
 - Guariba - Pradópolis - Usina São Martinho - Dumont - Ribeirão Preto 
 - Pontal - Cruz das Posses - Ribeirão Preto 
 - Barrinha - Ribeirão Preto 

Outro lado 
A Artesp ainda não se posicionou sobre a decisão de Justiça. O texto será atualizado, caso a resposta seja enviada.

 


  

25/03/2021 - ACidadeON
Foto:  Divulgação