Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


BANCO DE SANGUE DE RIBEIRÃO PRETO PRECISA DE DOADORES
     . REGIS

    
Para regularizar os estoques, são necessárias 70 doações por dia, mas desde o começo da pandemia, os estoques oscilam de 30% a 50%

                                

  


O Banco de Sangue de Ribeirão Preto convoca doadores neste momento onde a crise sanitária tem impactado na queda de doações. Com os casos de covid-19 aumentando, as doações se tornam ainda mais necessárias.

São necessárias 70 doações diárias para que o estoque se mantenha regularizado e não cause impactos a quem precisa. Mas, no cenário atual, a frequência diminui constantemente, oscilando com o déficit entre 30% e 50% de doações diárias.

O Banco está aberto ao público, seguindo rigorosamente todos os protocolos e práticas preventivas contra a covid-19, de segunda a sábado, das 7h às 18h. Fica localizado na Rua Quintino Bocaiúva, 895, Vila Seixas.

Além de salvar até quatro vidas, os doadores que praticarem o gesto solidário, até o dia 15 de abril (ou enquanto durarem os estoques), são presenteados com uma caixa de bombons de chocolate.

Para doar sangue é necessário:

» Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;

» Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

» Estar em boas condições de saúde;

» Pesar no mínimo 50 kg;

» Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

» Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

» Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

» Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

» Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;

» Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS;

» Não ter diabetes em uso de medicações;

Critérios específicos para o CORONAVÍRUS:

» Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;

» Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 30 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;

» Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;

» Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos SARS, ERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

 


  

13/04/2021 - Revide
Foto:  Pixabay