Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


4,4 MIL DEIXARAM DE TOMAR A 2ª DOSE DA VACINA CONTRA COVID EM RP
     . REGIS

    
Secretaria Municipal da Saúde diz que a faixa etária com maior desistência é de 68 anos, com 1.301 pessoas; total de desistentes representa 8,7%

                                

  

Dados da Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto mostram que 4.464 moradores não receberam a segunda dose da vacina contra a covid-19 no prazo correto. O número foi apurado até o último dia 30 de abril e representa 8,7% entre os que tomaram a primeira dose e agora aparecem como desistentes.

A segunda dose, conhecida como reforço, é necessária para a completa imunização.  

Pelos dados apresentados, a faixa etária com maior desistência é a de 68 anos, com 1.301 pessoas nessa condição entre as 4.933 que receberam a primeira dose.  

Na faixa etária dos 90 anos ou mais, a desistência foi registrada em 219 pessoas entre as 3.417 imunizadas com a primeira dose. 

A Saúde considera essas desistências como provisórias, já que a expectativa é que essas pessoas procurem os postos ao longo da campanha. 

O que fazer?
A Secretaria Municipal da Saúde informou que quem perdeu a data da segunda dose deve procurar uma das 36 unidades de saúde onde acontece a vacinação para receber orientação. A Pasta, porém, não divulgou uma data prevista para vacinar esses moradores.

Especialistas afirmam que a pessoa pode tomar a segunda dose mesmo se perder o prazo. No entanto, a recomendação é seguir o intervalo do fabricante para garantir a eficácia esperada documentada em estudos do imunizante.

As duas vacinas utilizadas em Ribeirão têm intervalos de aplicação diferentes: a CoronaVac tem recomendação do fabricante de 14 a 28 dias entre as duas doses; já a Oxford-AstraZeneca requer intervalo maior, de até 12 semanas. 

As vacinas reservadas para as pessoas que perderam as datas em Ribeirão devem ser utilizadas na sequência do cronograma, respeitando a faixa etária vigente, conforme a Saúde. 

 


  

05/05/2021 - ACidadeON
Foto:  Divulgação /
Sec.Saúde Rib.Preto