Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


PREFEITURA DE RIBEIRÃO LIBERA DELIVERY PARA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO
     . REGIS

    
Novo decreto promove mais relaxamentos nas medidas restritivas em vigor; confira

                                

 

  


Mais um segmento da economia de Ribeirão Preto vai poder trabalhar no sistema de delivery. A Prefeitura emitiu uma nota no final da manhã desta quinta-feira, 27 de maio, liberando as lojas de matérias de construção a trabalharem com sistema de entrega.

"A Prefeitura informa que o serviço de delivery para materiais de construção está liberado durante o período de 27 a 31 de maio. Informa ainda que um decreto será publicado nesta quinta-feira, 27, autorizando o serviço", informou o Executivo por meio de nota.

Assim, as lojas de matérias não podem receber o público, mas podem fazer vendas por telefone ou internet e agendar a entrega. Já a construção civil segue trabalhando normalmente.

Mais relaxamentos
No final da tarde da quarta-feira (26), a Prefeitura de Ribeirão Preto publicou um novo decreto liberando outras atividades na fase de restritiva da quarentena.

"No período de 27 a 31 de maio, podem funcionar cartórios como tabelionatos de notas, registro civil, imóveis, entre outros. Os serviços de call center e transporte de cargas intermunicipais também podem funcionar, bem como o atendimento da Ceasa, exclusivamente para vendas no atacado", informou a prefeitura.

Ainda, de forma extraordinária, a Prefeitura liberou a realização da partida entre Botafogo e São José, válida para Série C do Campeonato Brasileiro, previamente agendada domingo (30), às 20h, no Estádio Santa Cruz. O jogos seguem sem público.

Fase restritiva
Ribeirão Preto entrou, nesta quinta-feira, 27 de maio, em uma fase da quarentena com regras rígidas. Fecharam o comércio, shoppings serviços e supermercados. O transporte coletivo também está suspenso.

Na próxima segunda-feira, 31 de maio, a Prefeitura de Ribeirão Preto vai reavaliar a situação da pandemia e divulgar quais serão as regras adotas a partir de 1° de junho.



  

27/05/2021 - ACidadeON
Foto:  Pixabay