Coluna Especial: - TROVADOR -

Por: Nilton Manoel
e-mail: ubt.niltonmanoel@ig.com.br

POETA, TROVADOR, ESCRITOR

3 MAIO: DIA DA POESIA
8 DE JULHO: DIA DO TROVADOR
 25 DE JULHo: DIA DO ESCRITOR

Ribeirão Preto tem história como terra de poesia. Tantos são os poetas de ontem e de hoje que, cita-los nos leva a pesquisas diversas e em fases sociais. O início cívico e cultural  resgatamos no jornal A Palavra e nos jornais municipalistas de todos os tempos. Hoje não encontramos mais difusão poética nos jornais. Os espaços são para as reprises estapafúrdias de noticiários. Não sobram nem 20 linhas para a poesia. Outras coisas tem todos os espaços. Enfim “um lugar pra cada coisa... Cada coisa em seu lugar.”. É hora de acontecer um novo Movimento de Poesia. .   Poetas... movimentem-se!

O APAGADOR

Um apagador
não apaga a dor
nem uma lousa
de sala de aula.

O apagador
não apaga uma lousa!
apaga só o que nela está escrito
com giz branco ou não
e tem o nome de lição
de classe,
ou de casa.
O apagador
é a borracha de professor.
Senão como seria
a tarefa do mestre na lousa?
O quê?
Nilton Manoel

No amor às cousas pequenas,
no cultivo da humildade,
residem as mais serenas
conquistas da humanidade.
Wilson Clóvis Andrade

Quando a escultura dengosa
balança leve na areia,
sinto,a musa mais gostosa,
se o sangue ferve na veia.
Nilton Manoel

Deus, o maior escritor,
que temos a céu aberto,
em linhas tortas, com amor,
escreve sempre o que é certo.
Nilton Manoel

Quando o verde da esperança
vem doce no coração...
Nem sempre há temperança
para regar a emoção.
Arlete Luiza

O GIRASSOL
Gira,
girassol
flor  amarela
que enfeita a lapela
de um cantor
Gira
Gira
Girassol
Substantivo composto
flor de pétalas gigantes
e sementes gordinhas
que servem para os pássaros,
aos gerbis ou aos  hamisters.
Como é lindo o girassol
num dia de sol,
no meu jardim dos sentidos.
Para o girassol,
faço haicai, cordel, trova...
poemas que leio e declamo.
Declamo? Clamo!
Conclamo:
-Viva o girassol!
Nilton Manoel 

Neste sesquicentenário
faço uma declaração,
guardada num relicário:
amo você Ribeirão!.
Wanda Duarte da Silva

Com a verde camisola
de detalhes provocantes,
a boazuda Carola
morre de sonhos picantes.

Eliane Ap.Pereira

Vou indo por este mundo,
para tudo tenho sinônimo;
mas meu desgosto é profundo
pois sou um poeta anônimo!
Nilton da Costa Teixeira

“ É a trova em seu natural
mordaz, alegre ou dolente,
lindo trecho musical
de quatro notas somente.”
Lilinha Fernandes

Carregador da estação,
letrado como ninguém,
leu na cartilha o rifão:
-“há malas que vêm pro trem”...
Josué de Vargas Ferreira

Quando o amor maduro,na alma
acende o fogo,a paixão,
faz a poesia que acalma
na forma do coração.
Sueli Tornici

Bendito seja o escritor
que concretiza o saber
e nos transforma em leitor
para o mundo conhecer!...
Oefe de Souza

 

19/07/10 - Nilton Manoel

[ imprimir ]             [ fechar ]