Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


HC VAI ABRIR MAIS 18 LEITOS DE TERAPIA INTENSIVA EM RIBEIRÃO
  . REGIS1

    
Superintendente diz que, com a ampliação, o Hospital das Clínicas chegará ao seu limite de vagas de internação para a covid-19
     
                               

  
 


O superintendente do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Benedito Carlos Maciel, confirmou na tarde desta sexta-feira (24) que a cidade abrirá mais 18 leitos de terapia intensiva voltados especialmente ao tratamento da covid-19.  

A expectativa é que nove deles estejam ativos até a próxima terça-feira (28) e os outros nove a partir do dia 3 de agosto.

Desta forma, o centro médico atingirá a capacidade máxima de ampliação e, de 71, ampliará a ala de internação por coronavírus para 89 vagas.  

"Já resolvemos os problemas de infraestrutura e estamos solucionando a questão de pessoal. Tudo isso para atender a demanda da cidade. Fizemos, ainda, uma avaliação detalhada e entendemos que chegamos ao nosso limite com essa soma dos leitos. Não podemos abrir além do que já está previsto e, por isso, contamos com a ajuda da população", reforça o médico.  

Até o momento, o Governo do Estado autorizou a contratação de 165 técnicos de enfermagem, além de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. A verba destinada para suprir os gastos da CTI E UTI também foi reforçada pelo Ministério da Saúde.  

De acordo com Maciel, cada vaga de internação é custeada, em média, em R$ 1.600 por dia. Com o agravante da covid-19, o valor diário ultrapassa os R$ 2.500 atualmente.  

"Não dá para prever os próximos meses, mas vai depender muito de como as coisas vão evoluir. Se eventualmente esses leitos fizerem a cidade mudar de fase, da vermelha para a laranja, a população vai precisar entender que é preciso mudar o estilo de vida e sair apenas para o essencial até que uma vacina seja desenvolvida", finaliza Benedito Maciel.  

Taxa de ocupação de leitos  
A abertura de novos leitos de terapia intensiva no HC de Ribeirão Preto foi necessária por conta da alta taxa de ocupação dos hospitais municipais. A região, inclusive, é líder em percentual de lotação das UTIs no Estado de São Paulo.  

A média geral dos últimos dias ficou em 91,4%. A média é de 18,3 leitos para cada 100 mil habitantes.  

Nesta sexta-feira (24), o Hospital das Clínicas chegou a 104% de ocupação dos leitos de enfermaria reservados para pacientes com covid-19 e 92% nas alas de terapia intensiva.


   

24/07/2020 - ACidadeON
Foto: 
Divulgação