Canal:
QUALIDADE DE VIDA

 


PREFEITURA DE RIBEIRÃO DIZ QUE ESTÁ PREPARADA PARA COMEÇAR PLANO DE VACINAÇÃO
     . REGIS

    
Assim que doses forem distribuídas, imunização começará na cidade, diz comunicado enviado neste domingo, 17, após recomendação do uso emergencial das vacinas no país

                                

  


Após a recomendação da Gerência da Anvisa para o uso emergencial das vacinas CoronaVac e da  AstraZeneca, a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto informou que, tão logo receba a vacina contra o coronavírus, dará início ao Plano Municipal de Imunização. Por meio de nota enviada na tarde deste domingo, 17, informa ainda que a cidade já está preparada, com a logística, insumos e estratégias traçadas.

A previsão é vacinar o público-alvo determinado pelos órgãos Federal e Estadual, que totaliza 150.275 pessoas, formado por profissionais da saúde e idosos. A imunização será feita em duas doses, com o intervalo de três semanas entre a primeira e a segunda aplicação, de acordo com a seguinte ordem de grupos:

- 32 mil profissionais de saúde dos setores público, privado e filantrópico;
Pessoas com 75 anos ou mais (32.806);
Pessoas entre 70 e 74 anos (21.269);
Pessoas entre 65 e 69 anos (28.663);
Pessoas entre 60 e 64 anos (35.537).

"O município também contará com um ponto de vacinação Drive-Thru, no estacionamento do Estádio Santa Cruz (Botafogo), além de postos fixos no Ribeirão Shopping, Shopping Santa Úrsula, NGA - Núcleo de Gestão Assistencial (rua Minas, 895 – Campos Elíseos) e Centro Médico (rua Thomaz Nogueira Gaia, 1275 – Jardim Irajá)", diz a nota.

A Secretaria da Saúde também já traçou estratégias para a vacinação de idosos acamados e residentes em instituições de longa permanência (casas de repouso). Serão mobilizados 606 profissionais da saúde para a execução do Plano de Imunização, dos quais 42 enfermeiros, 282 auxiliares de enfermagem e 282 agentes comunitários de saúde.

As vacinas Oxford/AstraZeneca e Coronavac/Sinovac foram aprovadas para uso emergencial na tardes deste domingo (17).

 

 


  

17/01/2021 - Equipe MDA 
Foto:  Divulgação